(41) 3244-6844 | FALE CONOSCO

Notícias

Do dia

Trabalhadores do transporte rodoviário receberão prioridade em vacinação contra Covid-19

08.01.2021

 

O momento que todos esperavam está quase chegando. O Brasil está se preparando para começar a vacinação contra a covid-19, e nesse sentido, um dos setores mais importantes para a economia nacional receberá prioridade no plano de prevenção. Com autorização do Ministério da Saúde, os empregados do setor de transporte rodoviário serão vacinados de maneira prioritária, por conta do alto fluxo operacional e atendimento público.

O pedido foi feito pelo presidente do sistema CNT, Vander Costa, que também disponibilizou as mais de 150 unidades do SEST SENAT como postos de vacinação à disposição do Governo Federal.

“Esses profissionais são os responsáveis pela prestação dos serviços de transporte de vacinas, pessoas, alimentos, medicamentos e outros suprimentos necessários para atravessarmos o momento crítico que se abateu sobre o país. [...] Nos ares, portos, estradas ou vias urbanas, esses profissionais são fundamentais”, comentou o presidente.

A medida veio após a divulgação preliminar do plano de vacinação divulgado pelo governo em 12 de dezembro, no qual não constava a presença do setor de transporte entre os grupos prioritários para o processo de imunização. Na última quinzena de 2020, no entanto, isso foi alterado, por conta dos apelos da CNT.

O Plano Nacional, que ainda não tem data para acontecer em 2021, está em fase final de preparo, uma vez que são muitos insumos necessários para a produção e armazenamento da vacina. Acredita-se, no entanto, que a vacinação terá início no primeiro trimestre do ano, garantindo assim que a recuperação da atividade econômica do país tenha uma retomada constante e permanente, um ano depois da maior crise sanitária que a humanidade já presenciou.

Neste intervalo, não deixamos de trabalhar e nem buscar soluções, juntos, para que o país pudesse sair de uma situação sem precedentes. Felizmente, a vacina está cada vez mais próxima e, quando ela chegar, certamente daremos sequência a todos os planos interrompidos pela pandemia. Continue indo de ônibus, pode confiar.