(41) 3244-6844 | FALE CONOSCO

Notícias

Do dia

É hora de pensar em como será viajar de ônibus no futuro

12.05.2020

 

Quando pensávamos, vinte anos atrás, sobre como seria o transporte urbano, talvez as projeções fossem muito mais otimistas e futuristas do que a realidade que nos deparamos na terceira década do século XXI. Entretanto, o fato dos carros ainda não serem exatamente como nossos sonhos não quer dizer que a tecnologia automotiva não tenha evoluído consideravelmente com o passar dos anos.

Os ônibus fazem parte dessa nova era dos transportes. Hoje em dia, muitos ônibus de linhas urbanas já dispõem de carregadores USB e sinal de wi-fi grátis para os passageiros, algo que parecia impensável dez anos atrás. A própria experiência de comprar passagens já não é a mesma que encontrávamos no início da década de 2000, com filas, burocracia e desconforto. Que dirá a própria viagem até o destino planejado.

Na edição de dezembro de 2019 da revista da ABRATI, uma entrevista com o Gerente Sênior de Marketing do Produto Ônibus na Mercedes-Benz, Curt Axtlelm, deu um aperitivo do que será a próxima revolução automotiva. As montadoras que produzem os ônibus em maior circulação ao redor do mundo não querem apenas produzir carros. Querem alterar a experiência do passageiro, dos motoristas e sobretudo do meio-ambiente, de uma maneira sustentável, afetando até a questão das rodoviárias, que na visão de Axtlelm, se converteriam em pontos mais arborizados de embarques específicos. 

Para o alemão, o trajeto da viagem poderia ser, nessa hipótese, mais flexível aos pontos de embarque e desembarque de cada passageiro. Além disso, Curt sugere alternativas de combustível que sejam compatíveis com longas distâncias e ao mesmo tempo sejam mais econômicas para as empresas, o que baratearia a operação razoavelmente. Novos combustíveis já estão ganhando espaço no Brasil, e a tendência é que dentro de uma década isso seja implementado de maneira mais ampla.

Quando falamos em tecnologias que impactam o conforto do passageiro, o wi-fi grátis é apenas a primeira das atrações. Pensa-se, no futuro, em outras opções de entretenimento mais completas, bem como a conexão em 5G, pensando em quem está sendo transportado. Para quem transporta, no caso, também há um esforço para modernizar ainda mais a frota. Sistemas anti-colisão lateral, detecção de pontos cegos e câmeras nos retrovisores prometem facilitar ainda mais a vida do motorista.

E você, o que espera dos ônibus que estarão nas ruas e estradas na próxima década? Que futuro imagina enquanto passageiro em termos de conforto, mobilidade e segurança? Independente de qual seja essa perspectiva, o dia do amanhã nunca esteve tão próximo.

 

Acompanhe a Fepasc: clique aqui